Veja nossoBlog Laboratório
Humberto Abrão

Vacina contra o Herpes Zóster: Prevenção segura

O que é o herpes zóster?

O herpes zóster é uma erupção cutânea dolorosa popularmente conhecida como “cobreiro”, que se caracteriza pela formação de bolhas que podem resultar em pequenas feridas. As bolhas podem durar várias semanas. Elas frequentemente aparecem em uma parte do corpo. A nevralgia (dor aguda, intensa presente em um ou mais nervos do corpo) do herpes zóster pode durar meses ou até mesmo anos após a cicatrização das erupções cutâneas.

O que causa o herpes zóster?

O herpes zóster é causado pelo mesmo vírus que causa a catapora (ou varicela). Após a cura das bolhas da catapora, o vírus permanece silencioso nas células nervosas do seu corpo. O vírus pode ficar lá por muitos anos sem provocar problemas, mas, às vezes, ele se torna ativo novamente. Se isso ocorre, ele pode causar uma erupção cutânea bolhosa e dolorosa.

Herpes Zóster

 

O herpes zóster é grave?

O herpes zóster pode ser grave. Às vezes, a nevralgia ocasionada pelo herpes zóster pode ser intensa e durar meses ou anos. Em algumas pessoas, essa nevralgia pode interferir nas atividades diárias normais, como caminhar e dormir, e nas atividades sociais. A dor do herpes zóster também pode causar distúrbios emocionais. As pessoas que têm herpes zóster relatam a dor de várias formas: alguns como uma queimação ou pulsação, outros como perfurante, penetrante e/ou cortante. Pode ocorrer dor intensa a partir de situações tão corriqueiras como uma brisa ou um toque da roupa na pele. Além de dor intensa, as pessoas com herpes zóster podem apresentar outras complicações, como:

  •  cicatrizes,
  • infecções bacterianas na pele,
  •  fraqueza,
  • paralisia muscular,
  • perda da audição ou da visão.

Quase todo adulto que teve catapora, apresenta risco de ter herpes zóster. O risco aumenta com a idade, principalmente após os 50 anos. Estima-se que, na população em geral, o risco de desenvolver herpes zóster seja de cerca de 30% durante toda a vida. Nas pessoas com 85 anos, calcula-se que uma em cada duas terá essa doença.

Por que vacinar contra o herpes zóster?

A vacina herpes zóster (atenuada) ativa o sistema imunológico para ajudar a protegê-lo do herpes zóster.

A vacina herpes zóster (atenuada) é o único produto aprovado para a prevenção do herpes zóster e da nevralgia relacionada ao mesmo. Se você tiver herpes zóster, mesmo após ser vacinado, a vacina herpes zoster (atenuada) poderá ajudar a reduzir a intensidade e a duração da nevralgia.

Indicações: A vacina herpes zoster (atenuada) é utilizada em adultos a partir de 50 anos de idade e recomendada como rotina para maiores de 60 anos de idade.

Esquema:  Dose única.

Cuidados antes, durante e após a vacinação:

  • Adiar a vacinação em caso de doença febril aguda.
  • A vacinação de pessoas portadoras do vírus HIV deve ser avaliada por médico, que pode prescrevê-la se não houver comprometimento do sistema imunológico.
  • No caso de pacientes que já tiveram herpes zóster oftálmico, ainda não existem dados suficientes para indicar ou contraindicar a vacina.
  • Após quadro de herpes zóster, é preciso aguardar um ano para aplicar a vacina.

 

O Laboratório Humberto Abrão disponibiliza a vacina contra o Herpes Zóster em domicílio ou em nossa unidade Lourdes. Para maiores informações, consulte-nos.

*Este material tem caráter meramente informativo. Não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte seu médico.

 

Referência Bibliográfica:

Fonte: www.anvisa.gov.br / www.sbim.org.br

 

18 de setembro de 2018 Post Esquerda , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *